O Programa de Pós-Graduação em Física do Imef promove a apresentação do seminário intitulado "Superfícies micro e nanoestruturadas superhidrofóbicas", com o Prof. Dr. Pedro Lovato Gomes Jardim. O encontro será realizado no dia 11 de novembro, às 13h30min, na sala 2211 - pavilhão 2 do Campus Carreiros.

Resumo: Materiais micro e nanoestruturados possuem uma vasta gama de aplicações na microeletrônica, na óptica e na fotônica. Bio-sensoriamento, aumento da eficiência energética em módulos fotovoltaicos, recobrimentos antirreflexivos, antiembaçantes e autolimpantes são alguns exemplos de aplicação. Neste seminário apresentaremos algumas técnicas de síntese e caracterização de filmes finos multifuncionais repelentes à água, visando à aplicação e o estudo teórico-experimental destes recobrimentos. Mais especificamente, apresentaremos os aspectos físicos do fenômeno da superhidrofobicidade.

Sobre o palestrante:

Graduado em Física (UFRGS, Porto Alegre. 2002); Mestre em Física (UFRGS, Porto Alegre, 2007); Doutor em Física (UFRGS, Porto Alegre, 2012). Realizou o pós-doutorado no Fraunhofer-IOF na cidade de Jena (Março de 2014) e, recentemente, concluiu o estágio pós-doutoral no Laboratório de Laser do Instituto de Física da UFRGS pela Pós-graduação em Microeletrônica (Maio de 2015). Atualmente, é Professor Adjunto Classe A no Instituto de Física e Matemática da UFPel. As áreas de interesse incluem: produção monitorada de filmes via spin coating e dip coating. Estudo teórico-experimental da dinâmica de escoamento e a viscosimetria laser de fluidos não-Newtonianos. Desenvolvimento de filmes nanoestruturados superhidrofóbicos e superhidrofílicos via processo Sol-Gel, deposição por pulverização catódica, deposição por canhão de elétrons e deposição térmica a vácuo. Estudo Teórico-experimental das propriedades estatísticas e ópticas de superfícies multifuncionais micro-nanoestruturadas. Dentre as técnicas experimentais dominadas se destacam: interferometria laser, polarimetria, elipsometria, microscopia de forca atômica (AFM), interferometria de luz branca (WLI) e microscopia foco infinito (IF).

Programa de Pós-Graduação em Física:

Título:“USO DO MÉTODO MONTE CARLO-PENELOPE NA DOSIMETRIA DE IRRADIAÇÃO DE SANGUE"

Autor: Henrique Trombini

Data: 09 de novembro de 2015.

Hora: 09h

Local: sala policom do Núcleo de Tecnologia da Informação - NTI

Banca Examinadora: Prof. Dr. Evamberto Garcia de Góes (orientador - IMEF/FURG), Profa. Dra. Patrícia Nicolucci (FFCLRP/USP), Prof. Dr. Cristiano Brenner Mariotto (IMEF/FURG), Prof. Dr. Renato Glauco de Souza Rodriguez (suplente - UFSB), Prof. Dr. Otávio Socolowsky Júnior (suplente - IMEF/FURG).

Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - MNPEF

Título: "METODOLOGIA CONSTRUTIVISTA NO ENSINO DE FÍSICA PARA DISCENTES DO CURSO DE PEDAGOGIA"

Autor: Marco Aurélio Torres Rodrigues

Data: 13 de novembro de 2015

Hora: 09h

Local: Auditório da Escola de Engenharia

Banca Examinadora: Prof. Dr. Luiz Fernando Mackedanz e MSc. Eliane Cappelletto - Orientadores (IMEF/FURG); Prof. Dr. Ives Solano Araujo (IF/UFRGS); Prof. Dr. Valmir Heckler (IMEF/FURG).

Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - MNPEF

Título: "INDO ALÉM DAS TRÊS FASES DA MATÉRIA"

Autor: Claudio de Werk Schroeder

Data: 13 de novembro de 2015

Hora: 14h

Local: Auditório da Escola de Engenharia

Banca Examinadora: Prof. Dr. Magno Pinto Collares - Orientador (IMEF/FURG); Prof. Dr. Ives Solano Araujo (IF/UFRGS); Prof. Dr. Valmir Heckler (IMEF/FURG).

Até o dia 12 de novembro estão abertas as inscrições no processo seletivo 2016 do Programa de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (MNPEF). O mestrado é um programa nacional de pós-graduação de caráter profissional, mantido pela Sociedade Brasileira de Física (SBF), voltado a professores de ensino médio e fundamental com ênfase principal em aspectos de conteúdos na Área de Física.

Estão disponíveis 10 vagas para ingresso na turma 1º semestre 2016 do Polo 21, do Instituto de Matemática, Estatística e Física (IMEF), na Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

As inscrições devem ser realizadas no link: http://sec.sbfisica.org.br/mnpef/2016/formulario.php

Maiores informações podem ser obtidos no site do MNPEF do Polo 21 FURG: http://www.mnpefprg.furg.br/ ou via e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 alt

A coordenação do evento está selecionando equipe de apoio: credenciamento dos participantes e confecção de crachás e para organização e serviço de coffee breaks. Os interessados receberão um certificado de atividade complementar. Os selecionados que tiverem seu nome homologado deverão comparecer no dia 03 de novembro de 2015, as 9h no Cidec-Sul e se apresentar ao administrador Leandro Saggiomo. As inscrições podem ser feitas no site http://www.sinsc.furg.br .

A Primeira “FEIRA DE CIÊNCIAS: Integrando saberes no cordão litorâneo” aconteceu nessa terça (20), das 14h as 17h30min no campus Rio Grande o Instituto Federal Rio Grande do Sul (IFRS). O evento está integrado com a Semana Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, acontecendo simultaneamente com a 5ª Mostra da Produção Científica e Tecnológica (MPCT) e o 4º Seminário de Extensão do IFRS. A Feira ocorreu devido aprovação no edital MCTI/CNPq/SECIS/MEC/SEB/CAPES Nº 44/2014 e foi Coordenada pelo grupo Novos Talentos da Física, da FURG, e executada em conjunto com professores e alunos tanto da Universidade quanto da Educação Básica.

A Feira foi idealizada por Rafaele Rodrigues de Araújo, professora da área de ensino de Física do IMEF da FURG, e contou com 3 etapas distintas: A primeira foi o “Curso de formação da Feira de Ciências para professores”, que tinha como público alvo professores da rede municipal ou estadual, de qualquer área do conhecimento, interessados em participar da Feira de Ciências com a suas respectivas escolas. A segunda seria a execução de Feiras individuais em cada escola, onde os dois melhores seriam convidados a participar da Feira municipal. Por ultimo, a etapa municipal, que contou com alunos do ensino fundamental e médio da cidade do Rio Grande, assim como a escola E.M.E.F Francisco Osvaldo Anselmi e escola Dr. Osmarino de Oilveira Terra, da cidade de Santa Vitória do Palmar/RS.

As inscrições para o curso de formação de professores ocorreram de 1º a 24 de abril. O curso, que contava com um encontro presencial semanal, com duas possibilidades de horários, iniciou na segunda semana de Maio e se estendeu até a última de Junho. Professores, de diversas escolas e áreas do conhecimento, compareceram do curso. As Feiras de Ciências, em algumas das escolas, foram prejudicadas, entre outros motivos, pelas fortes chuvas que ocorreram na região e por atrasos no calendário das escolas estaduais devido à paralisação.

A Feira premiou três trabalhos nas categorias “Ensino Médio” e “Ensino Fundamental”. Os grupos melhor colocados receberiam duas Bolsas de Iniciação Científica Júnior durante o ano de 2016, no valor de R$100 mensais. Não poderiam receber esse prêmio alunos do terceiro ano do ensino médio, pois não teriam vínculo com a escola durante o ano seguinte. O premio também ficou restringido às escolas do Rio Grande.

O professor Valmir Heckler, um dos organizadores da Feira, ressalta a importância da Feira em incentivar os projetos investigativos na escola, onde os trabalhos apresentados sejam fruto das pesquisas e vivências dos alunos. Também comenta que, para ele, um dos pontos fortes da Feira foi o curso de formação de professores e que a feira só pode acontecer com a integração da Universidade (professores e PIBID), professores da educação básica e das escolas.

A professora Rafaele Araújo explanou que ficou feliz em finalizar essa etapa do projeto, que se iniciou com um sonho em 2014, com a escrita do projeto, e agora a concretização do mesmo. Com o projeto da Feira de Ciências juntamente com o Projeto Novos Talentos da Física, estamos incentivando a alfabetização científica e fazendo com que professores da Educação Básica trabalhem conosco na Universidade. Com a execução desse projeto conseguimos em 2015 dar continuidade nas nossas ações de extensão e estar unindo comunidade, escolas e universidade.

Os trabalhos premiados, na categoria Ensino Fundamental, foram:

1º Permacultura (E.M.E.F Francisco Osvaldo Anselmi de SVP) / Trilha dos Sentidos (CAIC)

2º A EJA tendo atitudes sustentáveis (E.M.E.F Francisco Osvaldo Anselmi de SVP)

3º Alimentação (E.E.E.F. Agnella do Nascimento)

Os trabalhos premiados, na categoria Ensino Médio, foram:

1º Os Aspectos Sobre Sexualidade No Ponto De Vista Dos Alunos Da Escola Estadual De Ensino Médio Lília Neves (E.E.E.M Lília Neves) / O corpo humano bos aspectos fisiológicos e neurológicos na perspectiva dos medos, fobias e estresse (E. E. E. M. Augusto Duprat)

2º Trem Magnético (E.E.E.M. Marechal Mascarenhas de Moraes)

3º Dessalinização da Água (E.E.E.M. Marechal Mascarenhas de Moraes)

Fotos do evento: Foto 1, Foto 2, Foto 3

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID- Matemática seleciona bolsistas. As inscrições são de 21 de outubro a 03 de novembro de 2015 na secretaria do IMEF.

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:

  1. Currículo documentado;
  2. Cópia do histórico escolar (universidade);
  3. Cópia do comprovante de matrícula;
  4. Cópia do CPF e RG;
  5. Carta de comprometimento com as atividades do PIBID.

A entrevista será no dia 04/11/2015 às 17h na sala L23 do IMEF.

A I Escola de Física do Extremo Sul é um evento de nível nacional, ofertado pelo Programa de Pós-Graduação em Física da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, a universidade mais meridional do Brasil. Nesta primeira edição do evento, o tema da Escola será Teoria de Grupos e Aplicações.

O evento acontecerá no CIDEC-Sul na FURG de 03 a 06 de novembro de 2015. Mais informações em http://www.sinsc.furg.br/site/efesul/menu/efesul.

O Instituto de Matemática, Estatística e Física da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, com muito pesar comunica o falecimento do professor Luiz Augusto Andreoli de Moraes, do Instituto de Matemática, Estatística e Física - Imef. O docente faleceu de mal súbito na noite desta quarta-feira, 14. Ainda não há informações sobre horário de sepultamento. À medida  que forem divulgadas estas informações, esta notícia será atualizada.

Andreoli também era músico, integrante da Big Band da FURG e da Orquestra Rossini e escritor, autor de livros e colaborador do jornal Agora, de Rio Grande, onde escrevia crônicas semanalmente. Foi patrono da 40ª Feira do Livro da FURG, em 2012, conquistando novos e antigos leitores, pela simpatia e carisma.

O Programa de Pós-Graduação em Física do Imef promove a apresentação do seminário intitulado "DRX, MEV e MET: técnicas de caracterização utilizadas em física de estado sólido", com o Profa. Dra. Águeda Maria Turatti (Imef/FURG). O encontro será realizado no dia 14 de outubro, às 13h30min, na sala 2211 - pavilhão 2 do Campus Carreiros.

Resumo:

A física de estado sólido, maior ramo da física da matéria condensada, busca entender e explicar as propriedades físicas (elétricas, térmicas, magnéticas, ópticas e mecânicas) de materiais que podem ser explorados para inúmeras aplicações. Para isso, é de fundamental importância que sejam feitas caracterizações microestruturais, através de técnicas como difração de raios X (DRX), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia eletrônica de transmissão (MET).
A difração de raios X é usada para a determinação das fases cristalinas presentes em materiais em função de que, na maior parte dos sólidos (cristais), os átomos se ordenam em planos cristalinos separados entre si por distâncias da mesma ordem de grandeza do comprimento de onda dos raios X incidentes.
A microscopia eletrônica consiste em usar de um feixe de elétrons, e não de fótons como na microscopia óptica, que incide sobre a amostra. A partir dessa interação entre o feixe incidente e o material são gerados vários tipos de sinais que são detectados com a finalidade de investigar composição química, estrutura cristalográfica e imagens da superfície do material analisado.
A microscopia eletrônica pode ser de varredura (MEV) ou transmissão (MET). A microscopia eletrônica de transmissão (MET) utiliza os feixes transmitidos e difratados, possibilitando a observação direta de estruturas através da formação de imagens a níveis atômicos quando em alta resolução, ao passo que a microscopia eletrônica de varredura (MEV) detecta os elétrons secundários e os elétrons refletidos em função da posição do feixe primário, fornecendo imagens de topografia de superfície da amostra e características de variação de composição química.
Nesta apresentação serão abordados conceitos fundamentais para o entendimento dessas técnicas de caracterização microestrutural, cujos equipamentos se encontram disponíveis no Centro de Microscopia Eletrônica do Sul (CEME-SUL) da FURG.

Já está no ar o site com informações sobre o IV Colóquio de Matemática da Região Sul, que acontecerá na FURG de 02 a 06 de maio de 2016.
Os interessados podem acessar o link http://www.sbm.org.br/coloquio-sul-4 e submeter propostas de minicursos (o período já está aberto). A comissão organizadora está a disposição para mais informações através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.