O Instituto de Matemática, Estatística e Física da Universidade Federal do Rio Grande - FURG, com muito pesar comunica o falecimento do professor Luiz Augusto Andreoli de Moraes, do Instituto de Matemática, Estatística e Física - Imef. O docente faleceu de mal súbito na noite desta quarta-feira, 14. Ainda não há informações sobre horário de sepultamento. À medida  que forem divulgadas estas informações, esta notícia será atualizada.

Andreoli também era músico, integrante da Big Band da FURG e da Orquestra Rossini e escritor, autor de livros e colaborador do jornal Agora, de Rio Grande, onde escrevia crônicas semanalmente. Foi patrono da 40ª Feira do Livro da FURG, em 2012, conquistando novos e antigos leitores, pela simpatia e carisma.

O Programa de Pós-Graduação em Física do Imef promove a apresentação do seminário intitulado "DRX, MEV e MET: técnicas de caracterização utilizadas em física de estado sólido", com o Profa. Dra. Águeda Maria Turatti (Imef/FURG). O encontro será realizado no dia 14 de outubro, às 13h30min, na sala 2211 - pavilhão 2 do Campus Carreiros.

Resumo:

A física de estado sólido, maior ramo da física da matéria condensada, busca entender e explicar as propriedades físicas (elétricas, térmicas, magnéticas, ópticas e mecânicas) de materiais que podem ser explorados para inúmeras aplicações. Para isso, é de fundamental importância que sejam feitas caracterizações microestruturais, através de técnicas como difração de raios X (DRX), microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia eletrônica de transmissão (MET).
A difração de raios X é usada para a determinação das fases cristalinas presentes em materiais em função de que, na maior parte dos sólidos (cristais), os átomos se ordenam em planos cristalinos separados entre si por distâncias da mesma ordem de grandeza do comprimento de onda dos raios X incidentes.
A microscopia eletrônica consiste em usar de um feixe de elétrons, e não de fótons como na microscopia óptica, que incide sobre a amostra. A partir dessa interação entre o feixe incidente e o material são gerados vários tipos de sinais que são detectados com a finalidade de investigar composição química, estrutura cristalográfica e imagens da superfície do material analisado.
A microscopia eletrônica pode ser de varredura (MEV) ou transmissão (MET). A microscopia eletrônica de transmissão (MET) utiliza os feixes transmitidos e difratados, possibilitando a observação direta de estruturas através da formação de imagens a níveis atômicos quando em alta resolução, ao passo que a microscopia eletrônica de varredura (MEV) detecta os elétrons secundários e os elétrons refletidos em função da posição do feixe primário, fornecendo imagens de topografia de superfície da amostra e características de variação de composição química.
Nesta apresentação serão abordados conceitos fundamentais para o entendimento dessas técnicas de caracterização microestrutural, cujos equipamentos se encontram disponíveis no Centro de Microscopia Eletrônica do Sul (CEME-SUL) da FURG.

Já está no ar o site com informações sobre o IV Colóquio de Matemática da Região Sul, que acontecerá na FURG de 02 a 06 de maio de 2016.
Os interessados podem acessar o link http://www.sbm.org.br/coloquio-sul-4 e submeter propostas de minicursos (o período já está aberto). A comissão organizadora está a disposição para mais informações através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Pelo segundo ano consecutivo o Curso de Física recebe o selo “quatro estrelas” (em um total de cinco), concedido aos melhores cursos do país numa avaliação realizada pelo Guia do Estudante da Editora Abril, a partir de um questionário preenchido pelo coordenador de cada curso selecionado para participar do processo.
O Instituto de Matemática, Estatística e Física - IMEF da FURG compartilha com toda comunidade universitária mais essa conquista.

Pais, professores e estudantes de escolas públicas de Rio Grande e região estiveram no CCMar na tarde desta quinta-feira, dia 3 de setembro de 2015, para a cerimônia de premiação da OIimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – Obmep 2014. O Instituto de Matemática, Estatística e Física – Imef da FURG é o responsável pela olimpíada, sediando a coordenação regional sul do Estado da Obmep.

Estudantes de Rio Grande, Pelotas, Canguçu, Cerrito, Pedro Osório, São José do Norte, Jaguarão e São Lourenço do Sul receberam menções honrosas e medalhas de prata e bronze da Obmep. O administrador Leandro Saggiomo, que representou o diretor Paul Kinas na cerimônia, ressaltou a importância da olimpíada na formação dos estudantes e que tomem gosto pela Matemática. Para a professora Mauren Porciúncula da Silva, coordenadora regional da Obmep, é preciso que os estudantes do ensino básico possam continuar sonhando e buscando a realização deste sonho, “pois isto é possível”, disse ela, “como mostra o fato de terem recebido menção honrosa e medalhas entre 19 milhões de outros estudantes em todo Brasil.

Também estiveram presentes as professoras Ingrid Elisabet Wally Jorge, superintendente de gestão pedagógica da Secretaria de Município da Educação de Rio Grande, Janete Cardoso Pinto, coordenadora da 18ª Coordenadorai Regional de Educação, o matemático do Imef, Alessandro Saadi. Todos ressaltaram a importância da competição no crescimento educacional dos estudantes e na preparação para a vida acadêmica ou profissional, lembrando que a Obmep proporciona bolsas de iniciação científica.

O Programa de Incentivo à Matemática (Prima) do Instituto de Matemática, Estatística e Física (Imef), torna público que serão oferecidos os seguintes cursos no 2º semestre: Curso de Matemática Básica – CMB, Curso de Extensão “O Uso do Software GeoGebra no Ensino da Matemática”, A Matemática Financeira com o Uso da HP12C e Desvendando as Olimpíadas de Matemática conforme cronograma a seguir:

Cursos e Cronograma

Para maiores informações, entre em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone 53 8414-2670.

O Programa de Pós-Graduação em Física do Imef promove a apresentação do seminário intitulado "Supercondutores: aspectos básicos, aplicações e processamento de materiais", com o Prof. Dr. Fábio Teixeira Dias, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). O encontro será realizado no dia 10 de junho, às 13h30min, na sala 3101 - pavilhão 3 do Campus Carreiros.

A supercondutividade está entre os mais importantes fenômenos já descobertos pela ciência. Esta importância não se dá apenas enquanto ciência básica, mas também pelo enorme potencial tecnológico que os materiais supercondutores apresentam. Neste seminário serão apresentados e discutidos aspectos básicos e históricos da supercondutividade, bem como suas propriedades fundamentais e algumas das principais aplicações tecnológicas existentes. Serão também apresentadas algumas das técnicas mais comumente usadas para a fabricação de amostras, bem como o interesse por novos materiais supercondutores, como o cuprato Y3Ba5Cu8O18 (Y358).

O Programa de Pós-Graduação em Física do Imef promove a apresentação do seminário intitulado "Pesquisa-formação online de professores em Ciências: uma proposta metodológica", com o Prof. Dr. Valmir Heckler (Imef/FURG). O encontro será realizado no dia 27 de maio, às 13h30min, na sala 3101 - pavilhão 3 do Campus Carreiros.

O seminário apresenta uma proposição metodológica qualitativa desenvolvida no significar de uma pesquisa-formação online de professores em Ciências. Exemplifica a constituição do campo empírico, associada ao estudo dos diálogos entre os colegas registrados em fóruns, chat, webconferência, frente às questões abertas nas atividades mediadas em um Ambiente de Aprendizagem Virtual (AVA). Aborda aspectos emergentes na construção conjunta da comunicação e do conhecimento, com os professores distantes geograficamente, frente a análise das linguagens registradas em AVA via/na web.  Neste sentido, o seminário irá exemplificar a constituição de uma pesquisa-ação prático-colaborativa com base filosófica fenomenológica hermenêutica, e de como é desenvolvida a produção textual auto-organizada de metatexto, em que o corpus de análise das informações teóricas e empíricas é estudado por meio da Análise Textual Discursiva (ATD).

A Comissão Eleitoral do Diretório Acadêmico da Física (DAF) divulga a
homologação da chapa única. Os membros da chapa e suas respectivas
funções estão em anexo

 


Membros e funções

O Programa de Pós-Graduação em Física da FURG promove a apresentação do seminário intitulado "LHC: Um Novo Patamar em Altas Energias", com o professor e físico da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Gustavo Gil da Silveira, da colaboração The Compact Muon Solenoid (CMS) do Large Hadron Collider (LHC). O encontro será realizado no dia 20 de maio, às 13h30, na sala 3101 - pavilhão 3 do Campus Carreiros. O resumo do encontro pode ser conferido abaixo.

Resumo:

Iniciada em 1998, a construção do Grande Colisor de Hádrons teve como prioridade a descoberta do Bóson de Higgs, partícula buscada por experimentais desde a proposta de sua existência nos trabalhos de Higgs e Englert (entre outros), em 1964. Como resultado, as Colaborações Atlas e CMS anunciaram em julho de 2012 a observação de uma partícula com as mesmas características do Bóson de Higgs, estabelecendo um rumo para o entendimento da geração de massa das partículas elementares.

Outros objetivos foram traçados para o LHC, o que permitiu explorar novos aspectos do Modelo Padrão, encontrando novas evidências e estudando processos físicos que ainda não tinham sido observados em laboratório. Nessa apresentação haverá um breve histórico da descoberta das partículas que compõem o Modelo Padrão, os principais resultados obtidos pelo detector CMS e os objetivos futuros traçados para os próximos anos de operação do LHC, quando alcançará um patamar em energia jamais visto em um colisor de partículas